❁ Valeriana ❁

❀A minha musa veio até mim no meu momento de maior desespero.
Tão branca, serena, formosa, me envolveu num reconfortante abraço.
E inebriado e entorpecido eu adormeci em seus braços por noites e noites.
E quando o dia amanhecia, minha preciosa protetora já havia me deixado. E era então que um novo ciclo de tormento começava. ✾
Novos dias cinzas e quase infinitos e o sufoco e a angústia…
A melancolia sendo a única coisa tomando conta de cada segundo que passava. ✾
Até que a noite enfim caísse, com estrelas peroladas que eu já não apreciava.
Mas ao menos naquele momento eu podia sorrir, pois a minha musa estaria novamente comigo. ❀

  • Beatriz Zanon Amaral
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s